Na Guerra da Comida, ou ganhas ou lavas a loiça

Já há algum tempo que tinha conhecimento do Inn at the Crossroads, mas penso que nunca falei aqui deste projeto. Duas fãs dos livros de George R.R. Martin decidiram pegar na tendência que o autor tem em referir comida nas suas histórias e tentar recriar esses mesmos pratos. É um projeto que ganhou bastante visibilidade desde que começou em 2011 e as autoras já tiveram mesmo a oportunidade de conhecer o escritor. Agora, estão prestes a publicar o livro oficial de culinária Game of Thrones (está previsto sair a 29 de Maio), e foram alvo de um artigo publicado hoje no ionline. Fica a transcrição abaixo.


Esqueça a narrativa viciante, o rodopio de personagens marcantes ou a luta pelo trono de ferro com um novo déspota sempre no encalço. Para Chelsea Monroe-Cassel e Sariann Lehrer, o que importa em Westeros (o continente palco de “A Guerra dos Tronos”) são as descrições dos banquetes medievais. As duas inglesas são autoras do blogue innatthecrossroads.com e de “A Feast of Ice & Fire”, o futuro livro de receitas baseado na famosa saga de George R. R. Martin. “Somos grandes fãs da saga e adoramos cozinhar a gastronomia da época. As descrições dos pratos nos livros do Martin são tão numerosas que acabámos por partilhar esta vontade muito cedo.” As palavras são de Chelsea Cassel, ex-curadora de um museu que desistiu do trabalho para trabalhar nas novas receitas a tempo inteiro.

A aventura das autoras britânicas começou em Março do ano passado. Amigas de infância, andavam a ler os livros de George R. R. Martin ao mesmo tempo e um dia deram por si sentadas na cozinha sem saber o que fazer. Dizem que através da discussão sobre os livros lhes surgiu a ânsia de provar um dos famosos bolos de limão da casa Stark (os senhores do Norte). “Divertimo-nos tanto a tentar transformar as descrições originais em comida a sério que decidimos começar um blogue para partilhar as nossas experiências.

Esta é a história de “The Inn at the Crossroads” (innatthecrossroads.com), um projecto que este mês festeja o primeiro aniversário de existência. O nome surgiu inspirado numa estalagem homónima, presença recorrente nos primeiros volumes da saga, que foi adaptada à televisão em 2011 e se prepara para entrar na segunda temporada em Abril. Apesar de ser um local onde aconteceram sempre situações negativas, pareceu-lhes um óptimo título para combinar as suas experiências passadas com o início de um novo futuro. Desde a génese, o blogue tem sido fonte diária de novas receitas e das mais diversas homenagens aos personagens e locais da série. “A comida, nos livros do Martin, é uma coisa maravilhosa. Está trabalhada de uma forma que nos permite perceber os mais variados aspectos da narrativa e da personalidade das personagens.

Garantem as autoras que desde a criação do blogue não têm parado de seduzir os fãs da saga a aventurar-se na árdua guerra dos pratos. “Felizmente, temos leitores fantásticos. E o melhor de tudo é que eles realmente cozinham as nossas receitas. Por isso têm sido uma ajuda preciosa, já que estão sempre a dar sugestões e essa participação ensina-nos a desenvolver receitas cada vez mais intuitivas”, conta Sariann.

A guerra dos pratos "Ainda havia metade de uma galinha de mel no centro da mesa. Jon aproximou-se para arrancar uma perna, mas teve uma ideia melhor. Depois de dissecar o bicho, atirou a carcaça para o chão. Fantasma atirou-se a ela com um silêncio selvagem.” Esta é apenas uma das muitas frases referentes à gastronomia em que Chelsea e Sariann se apoiaram como ponto de partida para cada um dos artigos, sempre ilustrados com uma fotografia dos elaborados repastos.

No blogue há separadores onde podemos encontrar os mais exóticos devaneios culinários, divididos por regiões da saga (de Porto Real a Winterfell) ou até por refeições inspiradas nas próprias personagens. Não faltam sugestões para bebidas, da cerveja à cidra, menus para festas ou até ideias para sobremesas dignas da realeza. No entanto, para as autoras nem tudo são favas contadas. “A maior dificuldade de confeccionar os pratos vem dos ingredientes, quase impossíveis de arranjar”, explica Sariann. “Por exemplo, é suposto o ganso ser uma refeição bela e nobre, mas é impossível arranjar a carne.

“A Feast of Ice & Fire” só está disponível a partir de 29 de Maio, mas as autoras já têm um número elevado de encomendas. Enquanto não vêem o livro nas bancas continuam a trabalhar em novas criações e até já tiveram oportunidade de conhecer o próprio George R. R. Martin, o herói que até aceitou escrever o prefácio para o livro. “Conhecemos o George numa sessão de autógrafos. Juro que ele estava quase tão contente por nos conhecer como nós a ele.”

Categories:

Leave a Reply

Partilhar