Episódio 1x10 - Fire and Blood (resumo)


Depois de estar presente no local em que o pai foi decapitado, Arya é levada por Yoren, o homem da Patrulha da Noite que a protegeu no septo de Baelor. Yoren pretende levá-la para norte, juntamente com os outros recrutas para a Patrulha, e corta o cabelo a Arya para a fazer parecer um rapaz.

Em Winterfell, Bran volta a sonhar com o corvo de três olhos, e diz a Osha que quer visitar as criptas porque sonhou que o pai estava lá. Lá, conta à selvagem um pouco mais da história recente da sua família, até que aparece o lobo de Rickon, Shaggydog, e os assusta. Rickon aparece logo de seguida e conta que teve o mesmo sonho que Bran. Já no exterior, Maester Luwin dá a má notícia ao pequeno Bran.


No acampamento dos Stark, Catelyn tenta parecer forte perante os homens do filho, mas não resiste quando fica sozinha e quando chega perto de Robb, que está desesperado e cheio de ódio pelos seus inimigos. Os dois prometem matá-los todos, mas sem esquecer que as raparigas Stark ainda estão nas mãos do inimigo.

Em King's Landing, Joffrey tem a corte reunida. Marillion, o bardo, canta uma canção que não abona muito em favor de Robert e Cersei, e Joffrey dá-lhe a escolher entre ficar com a língua ou com dois dedos. De seguida, leva Sansa para ver a cabeça do pai espetada num espigão. A jovem tenta resistir, mas é obrigada a olhar, não só para a cabeça do pai, mas também a de Septa Mordane. Quando Joffrey ameaça conseguir a cabeça de Robb para a coleção, Sansa afirma que poderá acontecer o contrário. Para a castigar pela insolência, Joffrey ordena que batam em Sansa. A jovem pensa atirar Joffrey da altura em que se encontram, mas o Hound impede-a e aconselha-a a fazer as vontades a Joffrey.


De novo no acampamento de Robb, discute-se se o exército deve dar apoio a Stannis Baratheon ou ao irmão Renly. Os homens acabam por achar que o norte pode voltar a ter um Rei, e aclamam Robb como o Rei do Norte!

Catelyn vai falar com Jaime, que está prisioneiro, e demonstra-lhe toda a sua raiva agredindo-o. Apesar disso, Jaime conserva a arrogância e o amor por si próprio. “There are no men like me. Only me.” antecede a revelação de que foi Jaime que empurrou Bran da janela da torre, mas não chega a revelar a Catelyn porque o fez.


Em King's Landing, Cersei tem um novo amante: o escudeiro do seu falecido marido e seu primo, Lancel Lannister. Cersei recebe uma carta e fica visivelmente perturbada.

Tywin Lannister reúne-se com os seus homens depois de ter tomado conhecimento que o seu filho Jaime foi capturado. Tyrion afirma, sabiamente, que será muito difícil recuperarem o irmão devido ao ato insensato de Joffrey, ao ter mandado assassinar Ned. Tywin decide que Tyrion deverá rumar à capital e ocupar a sua posição como Mão do Rei, enquanto se irá retirar para Harrenhall com o seu exército. Acrescenta que Tyrion deverá deixar a prostituta para trás. 


Dany acorda e fica a saber que perdeu o filho. Mirri Maz Duur, a feiticeira, faz questão de detalhar a monstruosidade que saiu das entranhas de Dany. No entanto, Drogo está vivo, mas Dany percebe que estenão responde a qualquer estímulo, não fala, e, apesar de respirar, é como se estivesse morto. Mirri diz a Dany que ele só voltará a ser o mesmo quando o sol nascer no Oeste e se puser no Este. Quando Dany pergunta porque é que ela fez aquilo, depois de a ter salvo, Mirri diz-lhe que ela não a salvou de nada e recorda tudo o que perdeu.

Na Muralha, Jon prepara-se para partir e juntar-se às tropas do irmão, com vontade de vingar o pai. Sam tenta impedi-lo, lembrando-lhe o juramento que fez e pondo-se à frente do cavalo, mas Jon acaba mesmo por partir, derrubando Sam.

Tyrion diz a Shae que o pai não quer que ela vá com ele para a capital, mas Tyrion decide que ela irá de qualquer maneira.


Jon é apanhado pelos amigos da Patrulha, que foram atrás dele para o convencer a voltar para trás. Jon está decidido a não regressar, mas os amigos proferem em conjunto o juramento da Patrulha e Jon percebe que o seu lugar é junto dos companheiros.

Dany está na sua tenda com Drogo. Despede-se dele e decide sufocá-lo com uma almofada, acabando assim com a sua vida, que disso já pouco tinha.

Maester Pycelle, apesar da sua idade e aparente fragilidade, diverte-se com a prostituta Ros, acabando por falar-lhe sobre os reis de outrora.


Antes da reunião do Conselho, Varys e Littefinger têm mais uma das suas conversas cheias de ironias, ameaças veladas e muito jogo de palavras.

Arya prepara-se para partir para norte, mas antes dois dos miúdos que a irão acompanhar decidem meter-se com ela por causa da sua espada. Afastam-se quando Gendry, o bastardo de Robert, intervém. Gendry foi dispensado da ferraria onde trabalhava e também irá rumar a norte.


Na Muralha, o Comandante Mormont revela a Jon que sabe da tentativa de fuga dele. Acrescenta que irá precisar dele no futuro, porque decidiu juntar as tropas e rumar a norte da Muralha, para tentar encontrar Benjen Stark e enfrentar os perigos que se escondem a norte.

Dany faz uma pira funerária e coloca lá Drogo, juntamente com os seus três ovos de dragão. Ordena também que a feiticeira Mirri seja lá atada. Por fim, também ela decide entrar na pira a arder. No dia seguinte, de manhã, Jorah e alguns homens dos Dothraki visitam os destroços e encontram Dany, nua, juntamente com três dragões bebé, que eclodiram dos ovos.

Categories: ,

6 Responses so far.

  1. gina says:

    estou irada pois não gostei do fim de drogo e de lord stark

  2. Célia says:

    Gina, recordo que a série se limita a seguir os acontecimentos dos livros de George R.R. Martin. Nos livros, a história é exatamente assim...

  3. Rui says:

    Normalmente sou muito bom a adivinhar o que se segue, infelizmente as histórias tanto nos livros como na TV por vezes são muito previsíveis... agora a morte destes personagens não estava nada à espera... por isso é que acho que esta série "é fora de série" ..eheh

  4. says:

    Este último episódio não teve o factor 'wow' para mim, até porque como dizes, este ep. foi o apanhar pedaços do que aconteceu e preparçao do que virá a acontecer.
    Não li os livros (tenho pena de não ter herdado o gosto pela leitura só leio o que realmente gosto) mas em termos de série penso estar muito bem conseguida, exceptuando o facto de não poder mesmo fazer a ponte de relação livro/série.

    Posso ter interpretado mal mas na cena final, do nascimento dos dragões (por acaso 'sabia' que os dragões iriam voltar, não guardasse ela os ovos e que os mesmos quando apareciam tinham muito destaque) ela escolheu 3 corpos/pessoas para a pira, deram demasiado destaque ao dragão vermelho (não só por estar perto do rosto de Dany), será este dragão vermelho de alguma maneira o 'espírito' de Drogo? Toda aquela cena me pareceu simbólica dessa maneira...

    Agora é aguardar pelo ano que vem e ainda bem que o mundo só acaba em dezembro, posso ver a temporada 2 descansado :D

    cumps

  5. Ric says:

    Adorei a cena do Hound e de Sansa

  6. Anónimo says:

    tbm nao gostei que drogo tenha morrido ele podia voltar na quinta temporada por magia negra sair do "limbo" qualquer coisa mas ele tem que voltar o novo diretor michael slovis disse que nesta quinta temporada vai ser bem diferente dos livros quem sabe drogo nao volta?quem e fa de khal drogo e gostou da ideia curte???

Leave a Reply

Partilhar