Episódio 1x09 - Baelor (resumo)


Varys volta a visitar Ned onde este está preso, e dá-lhe notícias dos filhos. Sansa pediu clemência pela vida do pai e Robb marchou para sul com as suas tropas. Perante a resistência de Ned, Varys tenta convencê-lo a reconhecer a legitimidade de Joffrey como Rei, pelo bem-estar das filhas.

Robb, entretanto, encontra-se perto das Twins - duas torres muito antigas, na posse da família Frey - que guardam a passagem principal do rio Trident. Para continuar a marchar para sul, Robb necessita que Lord Walder Frey o deixe passar. A família Frey é (ou devia ser) aliada dos Tully, família de Catelyn, mas há muito que Walder mostrou a sua verdadeira natureza, inconstante, imprevisível e egoísta. Catelyn oferece-se para ir falar com ele, esperançosa de uma resposta positiva por já o conhecer desde muito nova.



Catelyn desloca-se então às Twins para falar com Lord Walder Frey, que se encontra rodeado pela sua numerosa família e a esposa mais recente, de apenas 15 anos. Catelyn pede para falar com ele a sós e explica ao que veio. Lord Frey parece muito pouco convencido e espera que Catelyn lhe dê uma boa razão para deixar Robb passar com as suas tropas.

Na Muralha, o Comandante Mormont oferece a Jon a espada Longclaw, que tinha pertencido ao seu pai, pelo facto de Jon lhe ter salvo a vida. A espada tinha passado de pai para filho até Jorah ter decidido ir para o exílio e a ter deixado para trás. Jon fica emocionado com o gesto e todos os seus amigos ficam contentes por ele. Entretanto, Sam diz a Jon que leu a mensagem de um corvo que chegou para Maester Aemon, que dizia que Robb tinha partido para sul com uma numerosa hoste.



Catelyn regressa das Twins e comunica ao filho que Lord Frey deixará passar a hoste, mas com várias condições, sendo uma delas que Robb terá de casar com uma das suas filhas. Robb aceita as condições.

Na Muralha de novo, Maester Aemon chama Jon para ter uma conversa com ele e tentar evitar que abandone a Patrulha da Noite por causa da situação do irmão. Aemon acaba por revelar que também ele sofreu pela sua família quando não podia abandonar a Muralha. Na realidade, Aemon é da família Targaryen, tio-avô de Daenerys.

Em Essos, os Dothraki continuam a sua viagem com Drogo bastante debilitado. A ferida que sofreu parecia bastante inofensiva, mas acabou por ser mais grave do que parecia. Drogo não aguenta e cai do cavalo. Dany pede para se fazer acampamento naquele local contra a vontade de um dos bloodriders de Drogo, Qotho, que afirma que um khal que cai do cavalo não é khal.


No acampamento Lannister, Tywin recebe as últimas notícias dos movimentos das tropas de Robb quando Tyrion chega. Tyrion é informado pelo pai que deverá apresentar-se na vanguarda do seu exército, comandando os homens das tribos das montanhas. O anão diz ao pai que são indisciplinados, e Tywin culpa o filho por isso. Tyrion abandona a tenda.

De volta à sua própria tenda, Tyrion encontra Bronn acompanhado de uma prostituta, Shae. Os dois travam conhecimento, falam um pouco sobre as suas origens e chegam a acordo quanto aos serviços que Shae lhe irá prestar.


De volta aos Dothraki, Drogo delira. Jorah acha que Drogo tem algo grave e que não conseguirá resistir, mas Dany recusa-se a acreditar. Qotho traz a feiticeira Mirri Maz Duur, bastante contrariado, mas Dany deposita na mulher confiança de que poderá salvar o marido. Mirri afirma que Drogo só poderá ser salvo através de magia, e que a vida de Drogo terá de ser paga com a morte do seu cavalo. O animal é trazido e Dany deixa Mirri sozinha na tenda.

Cá fora, Qotho continua a insurgir-se contra a feiticeira e atira Dany ao chão. Jorah desafia-o e os dois acabam por lutar, o que tem como resultado a morte de Qotho. A queda de Dany fez com que começasse a entrar em trabalho de parto e Mirri parece ser a única pessoa capaz de a ajudar.


De volta ao acampamento Lannister e à tenda de Tyrion, onde este se encontra na companhia de Shae e Bronn. Tyrion propõe um jogo de bebidas: se conseguir acertar factos sobre o passado dos seus companheiros eles terão de beber, caso contrário é ele quem bebe. Fica, assim, a conhecer mais sobre o passado dos dois e acaba por contar a história da ocasião em que se apaixonou e casou com a mulher errada.

Na manhã seguinte, Tyrion levanta-se para a batalha, onde irá liderar os homens das montanhas, mas depressa é "atropelado" e fica insconsciente. Quando acorda, já a batalha terminou e Tyrion fica a saber pelo pai que afinal Robb Stark apenas mandou uma pequena parte do exército para ali como manobra de diversão.


Entretanto, nas Riverlands, Robb aparece vitorioso com os seus homens perante o orgulho de Catelyn. Robb conseguiu capturar o Regicida, Jaime Lannister, e fazê-lo seu prisioneiro. Jaime sugere um combate a dois, mas Robb recusa, para depois lamentar os 2.000 homens perdidos na manobra de diversão contra os Lannisters.

Em King's Landing, Arya apanha pombos e tenta vendê-los para se alimentar e conseguir sobreviver, quando se começam a ouvir sinos e passam por ela vários miúdos a correr. Arya fica a saber que se dirigem para Baelor, onde a Mão do Rei irá ser levada. Depois de lá chegar, Arya vê o pai ser trazido à presença de Joffrey, a Rainha e os restantes membros do Conselho. No caminho para lá, Ned consegue chamar a atenção de Yoren, o homem da Patrulha da Noite, para a presença de Arya na multidão. Ned acaba por seguir o conselho de Varys e, contra os seus princípios, declara a sua culpa e reconhece Joffrey como Rei legítimo. No entanto, apesar disso, e contra a vontade da mãe e do que prometeu a Sansa, Joffrey ordena a execução do Ned, que perde assim a vida na presença das suas duas filhas.

Categories: ,

9 Responses so far.

  1. Ric says:

    Sem palavras :(

  2. not_you says:

    Apesar de já saber o que ia e como ia acontecer, não deixei de começar a chorar quando chegou a grande cena deste episódio. ='(

  3. Anónimo says:

    Excelente episódio! ;)
    Espero por mais brevemente.

  4. Esse plano da nuca do Ned é absolutamente brilhante...

    Também sabia o que ia acontecer, mas, Meu Deus, que angústia!

    O momento em que Ned sai do edifício, rodeado por dois guardas, fez-me lembrar o julgamento de Jesus Cristo, não sei porquê (acho que ando a ver muitos filmes, LOL)!

  5. Catarina says:

    Já sei que vou chorar baba e ranho... Adoro o Ned. :(

  6. Anónimo says:

    Foi um excelente episódio!!
    Uma questão, o Jorah, o filho do Comandante Mormont, é o Jorah que faz de "guarda-costas" de Dothraki??

  7. Célia says:

    Exacto, são uma e a mesma pessoa :))

  8. Anónimo says:

    Simplesmente a melhor série já feita

    [ ]s

    Fernando - Máfia do Apito
    http://www.mafiadoapito.com.br
    http://twitter.com/mafiadoapito

Leave a Reply

Partilhar