Episódio 1x04 - Cripples, Bastards and Broken Things (resumo)


Este episódio inicia-se com Bran no pátio de Winterfell, a caminhar, encontrando um corvo com três olhos. Cedo, percebemos que o pequeno se encontra a meio de um sonho, quando acorda com o seu lobo, Summer, ao lado na cama. Theon Greyjoy chega ao quarto de Bran, dizendo-lhe que a sua presença é necessária pois chegou uma visita a Winterfell. Bran é levado para o Salão de Winterfell por Hodor, assim chamado porque "Hodor" é a única palavra que pronuncia.

O visitante de Winterfell é Tyrion Lannister, que regressa da Muralha trazendo consigo um esquema conceptual de um instrumento que permitirá a Bran poder montar um cavalo. Robb recebe Tyrion de uma forma fria e distante, mas perante esta oferta vê-se obrigado a oferecer a sua casa a Tyrion, que recusa a falsa hospitalidade. À saída de Winterfell, Tyrion troca impressões com Theon, conversa na qual abordam a questão da família de Theon e dos acontecimentos que levaram a que este tivesse ficado refém dos Stark. Tyrion não deixa de reparar na ausência de Catelyn Stark.


Na Muralha, enquanto Jon Snow e os outros treinam, chega um novo recruta. Samwell Tarly é um rapaz gordo e medroso, e o mestre-de-armas, Alliser Thorne, não perde tempo a mandar os outros recrutas combatê-lo. E é isso que eles fazem, contra um Sam queixoso e sem reacção, até Jon intervir para o defender.

Os Dothraki chegam a Vaes Dothrak, a única cidade deste povo nómada. À chegada, Viserys continua a queixar-se do comportamento dos Dothraki e Dany questiona-se se aquele exército seria suficiente para conquistar Westeros, e a resposta de Jorah acaba por levá-lo a falar sobre si próprio e a sua história. Já na cidade, Viserys toma banho com Doreah, uma das amas de Dany, e os dois falam sobre dragões e a infância de Viserys em King's Landing.

Em King's Landing, Sansa e Septa Mordane visitam a Sala do Trono e falam sobre o futuro de Sansa como mulher de Joffrey e Rainha. A jovem demonstra receio de desiludir e, mais tarde, revela que terá dificuldade em perdoar o pai pelo que fez a Lady.


Ao reunir-se com o Conselho do Rei, Ned demonstra cada vez mais a sua exaustão e pouca vontade de ali estar e lidar com tantos problemas. Janos Slynt, comandante da Guarda da Cidade, diz a Ned que tem poucos recursos para fazer face aos problemas que surgem pela chegada de muita gente à cidade para assistir ao Torneio. Ned cede-lhe alguns dos seus homens e diz a Littlefinger para arranjar os restantes. Quando o Conselho termina, Ned fala com Maester Pycelle sobre as circunstâncias em que Jon Arryn, o anterior Mão do Rei, faleceu. Pycelle diz-lhe que Arryn andava a ler um livro sobre a história e genealogia dos Sete Reinos pouco tempo antes de morrer e Ned pede para vê-lo.


Ao voltar para os seus aposentos, Ned encontra Arya a praticar os exercícios recomendados por Syrio Forel. Os dois sentam-se para conversar um pouco sobre as perspectivas futuras de Bran, agora que está paralítico e sobre o que Arya será no futuro; a pequena não parece querer enveredar pelo tradicional casamento e maternidade.

Na Muralha, Jon encontra-se a fazer a vigia nocturna, e Sam junta-se a ele. Conta a Jon um pouco sobre a sua triste história, em como o seu pai, assim que fez 18 anos, o obrigou a ir para a Muralha, ameaçando-o subtilmente de morte caso não aceitasse.


De novo em King's Landing, Littlefinger e Ned passeiam pelos jardins de Red Keep e Littlefinger pergunta a Ned se tem alguém de confiança, explicando como toda a gente tem espiões na cidade. Littlefinger aconselha Ned a mandar essa pessoa de confiança falar com Hugh of the Vale, escudeiro de Jon Arryn antes de este falecer, para ver se consegue obter mais informações. Ned mostra-se algo arrependido de ter desconfiado dele, mas Littlefinger afirma que essa foi a coisa mais sensata que fez desde que chegou à cidade.

Jory Cassel, o homem de confiança de Ned, tenta falar com Hugh of the Vale, que se encontra nos preparativos do torneio, mas este recusa-se a falar com ele por não ser um Ser, como ele. Ned e Jory deambulam por uma das ruas da cidade, e dirigem-se a uma ferraria que Jon Arryn tinha visitado algumas vezes. Lá, Ned fala com um aprendiz de ferreiro que lhe revela que Arryn o inquiriu sobre a sua mãe. Ned não tem dúvidas que o jovem é bastardo de Robert.


Jaime encontra-se de guarda aos aposentos reais enquanto Robert se diverte com prostitutas. Jory chega com uma mensagem de Ned para o Rei, mas Jaime recusa-se a guardá-la, afirmando que não é subordinado de Ned. Os dois recordam uma ocasião em que combateram na mesma batalha. A conversa toca em Theon Greyjoy, e apesar de Jory achar que ele é bom rapaz, Jaime duvida.

Na Muralha, Jon e os amigos decidem não gozar mais com Sam, mas Rast recusa-se. À noite, é visitado pelo grupo e pelo lobo Ghost, que o ameaçam caso não pare de maltratar Sam. No dia seguinte, Rast não ataca Samwell, perante o desagrado de Alliser Thorne.


Em Vaes Dothrak, Viserys arrasta Doreah pelos cabelos, irado pelo facto de a irmã o ter mandado chamar. Dany tinha roupas e artefactos Dothraki para oferecer a Viserys, mas este recusa tudo e atira as coisas a Dany. Nessa altura agarra-a e atira-a ao chão, mas Dany defende-se agredindo-o com o medalhão que lhe ia oferecer. Perante um Viserys estupefacto, Dany diz-lhe que se alguma vez pensar em pôr-lhe de novo as mãos em cima, será a última vez que terá mãos.

Enquanto fazem limpezas, Sam e Jon falam sobre mulheres. Sam revela que nunca esteve com nenhuma e Jon conta-lhe a ocasião em que esteve quase a perder a virgindade com uma prostituta, mas não foi capaz ante a perspectiva de poder gerar um filho bastardo. Durante um momento mais descontraído entre os dois, Alliser Thorne entra na sala e tenta assustá-los com histórias de incursões para além da Muralha.

Dany fala com Jorah sobre o que aconteceu com o irmão e, com a ajuda de Jorah, percebe que o irmão nunca terá capacidade para ser um grande líder.

O torneio em honra da nova Mão do Rei está prestes a começar. Littlefinger junta-se a Sansa e Arya e explica a origem do seu nome. São apresentados os participantes do primeiros duelo: Ser Hugh of the Vale e Ser Gregor Clegane, irmão de Sandor (Hound). O duelo tem início e termina com a morte de Ser Hugh.

Littlefinger conta a Sansa como é que o Hound ganhou as suas cicatrizes: em criança, Sandor brincava com um brinquedo de Gregor e este, irado, queimou-o na lareira. Sansa promete não contar esta história, desconhecida pela maioria.

Cersei visita Ned, que não está presente no torneio. A Rainha deseja saber o que Ned pretende e, numa curta conversa cheia de palavras não ditas, ambos tentam marcar posição.

Catelyn pára numa estalagem a caminho de Winterfell e o destino dita que seja nessa precisa estalagem que Tyrion Lannister pára ao mesmo tempo. Quando Tyrion descobre a presença de Catelyn, esta faz valer as alianças dos homens presentes ao seu pai, Hoster Tully, para a ajudarem a capturar Tyrion, pela tentativa de assassinato do filho Bran.

Categories: ,

2 Responses so far.

  1. Moggo says:

    Wow. Eu vi este resumo surgir no próprio dia em que o colocaste, mas como acabei de ver o episódio há talvez vinte minutos atrás, só o vim ler agora, para não estar a assistir sabendo tudo o que ia acontecer. És muito, muito rápida a escrever estas coisas. Como é que consegues?
    Eu, por mim, não sou capaz de apanhar todos os nomes próprios ao ver o episódio, quanto mais os apelidos. Fica feliz, este blog é uma excelente ajuda para mim nesse aspecto.

    O momento que capturaste em imagem aí no final foi realmente o melhor do episódio inteiro. À parte disso...ehh.

    Continua o bom trabalho.

    Moggo

  2. Célia says:

    Moggo, o entusiasmo é o grande motor para o facto de escrever estes textos no dia seguinte ao do episódio :)

    De resto, quanto aos nomes, já vou na segunda vez a ler os livros, o que ajuda ;)

Leave a Reply

Partilhar