Entrevista a George R.R. Martin

No mesmo artigo que contém o excerto da entrevista com os produtores da série, foram também publicados excertos de entrevistas com George R.R. Martin e Emilia Clarke. Neste post está a primeira das duas.


MR: O que pensa em relação às expectativas dos fãs nesta altura? Gostaria que houvessem mais vídeos, mais fotos, ou acha apropriado tendo em conta que estamos a quatro meses da estreia?

GRRM: Acho que a HBO percebe destas coisas melhor do que eu, por isso tenho de confiar nos seus instintos no que respeita a quando divulgar as coisas e quanto divulgar para lançar a publicidade de forma a que atinja os pontos certos na altura certa.

Sabe, na sua maioria os meus fãs são incríveis e as expectativas são boas. A minha única preocupação é que muitos dos fãs não têm noção da realidade do negócio do entretenimento. Existe uma certa porção [de fãs] - a minoria, note-se, a minoria, não sei quantos - que irão olhar para isto à espera d'"O Senhor dos Anéis" do Peter Jackson, apesar do facto de o orçamento para "O Senhor dos Anéis" ter sido infinitamente maior do que o nosso orçamento, muitas vezes [maior]. Não podem esperar isso. Espero - e acho que o conseguiremos - ter a série de fantasia com melhor aspecto que já se viu na televisão. Mas não é um filme de 150 milhões de dólares. E não podemos competir com isso. Portanto, os fãs têm de o compreender.

Eu quero que isto saia bem. Claro que queremos. Queremos grandes efeitos especiais e tudo isso. Mas, para mim, o mais importante são as personagens e as representações. Uma das minhas séries preferidas de todos os tempos, que revejo de vez em quando, é o "I, Claudius". Olha-se para o "I, Claudius" e existem cenários pintados de lona que se mexem ocasionalmente se um dos actores passar por eles muito depressa. Mas quem é que quer saber? Estamos a ver o Derek Jacobi e o Brian Blessed e o Sian Phillips, com alguns do melhores diálogos já escritos e algumas das representações mais incríveis que alguma vez veremos em televisão. Por isso, o "I, Claudius" continua a ser um clássico, apesar de terem obviamente um orçamento de 3,19 dólares.

Leave a Reply

Partilhar